Você tem medo de Falar em Público?

Tempo de leitura: 4 minutos

Ter medo de falar em público é algo muito natural. Aquele que não tiver um friozinho na barriga, taquicardia ou nervosismo não faz parte do padrão normal. É necessário conhecer as causas que provocam esse medo e usar técnicas para vencê-lo nos primeiros minutos da apresentação.

Por que o medo?

Ante um perigo qualquer é provocada uma descarga de adrenalina, que vai preparar a pessoa para lutar ou para fugir.

A adrenalina atua como agente vasoconstritor.

Aumentando a pressão sanguínea, o ritmo cardíaco fica mais acelerado, os músculos necessitam de mais sangue para agir e isso produz a desconfortável taquicardia, vermelhidão, sudorese e o famoso “branco”.

A melhor técnica para eliminar esses desconfortos é apertar uma mão à outra, inspirar, devagar e profundamente pelas narinas e soltar toda a respiração pela boca, fazendo uma leve pressão sob os lábios, acompanhado com um leve sorriso.

O medo tem por finalidade fornecer as ferramentas para que você possa medir o tamanho do problema e decidir como proceder para vencê-lo. E, como já está comprovado, o medo de falar em público encontra-se em primeiro lugar nas pesquisas, vencendo o medo da morte, que ficou em sexto lugar.

Veja o resultado de várias pesquisas que se tornaram unânimes entre os especialistas da área, sobre qual seria o maior medo da humanidade:

1o – Medo de falar em público.

2o – Medo de altura.

3o – Medo de dentista.

4o – Medo de problemas financeiros.

5o – Medo de águas profundas.

6o – Medo da morte.

No instante em que você domina bem o assunto a ser apresentado e conhece técnicas de oratória, cria em seu subconsciente a certeza de que a possibilidade de futuros erros será reduzida e, assim, diminui o nervosismo, a ansiedade e adquire total confiança.

Quem deixa a preparação para a última hora ou confia na sorte de que tudo vai dar certo sem treinar poderá ter surpresas no instante da fala em público.

Porém, não existe milagre para vencer o medo de falar em público, o melhor caminho é dominar o assunto e conhecer as técnicas da oratória e treinar, treinar e treinar.

Nunca queira falar de um tema que você não domina. Você poderá cair no ridículo de entrar por caminhos obscuros, “chutar” e faltar com a verdade, o que será notado pela plateia e minará sua confiança.

Você sabia que o Planeta Terra é um grande palco e você um grande ator, sempre preparado para um show de apresentação a todo instante? – Assim, quando houver uma oportunidade para você se apresentar em público, aproveite! Esse é um momento ímpar para ser conhecido, prestigiado e valorizado pelos ouvintes.

O bom orador tem que ter jogo de cintura, ser convincente e dinâmico, saber o que vai transmitir com conhecimento bem superior ao dos ouvintes e o mais importante: transmitir uma novidade muito interessante.

Uma apresentação pode ser um sucesso ou um fracasso, dependendo do preparo do roteiro para exposição de suas ideias e do ensaio antecipado.

Assim sendo, faça um roteiro de sua apresentação. Ele poderá ser útil posteriormente, no treinamento, ou para uma breve consulta, de vez em quando, para não perder o fio da meada.

Quanto mais você ensaiar, maior será sua confiança e, consequentemente, menor será sua consulta ao roteiro.

Não antecipe o mau humor pelos erros ainda não acontecidos. Embora seja normal para qualquer pessoa ficar ansiosa e nervosa antes de uma apresentação em público, não devemos ver os ouvintes como um inimigo que está ali para nos atacar assim que vacilarmos em algum defeito; muito ao contrário, devemos vê-lo como aliado.

Quando os convidados se interessaram por assistir à sua palestra, é sinal de que o tema lhes despertou interesse e de que eles entendem que o palestrante tem muito conhecimento a transmitir naquele encontro.

Você deve se atentar ao vocabulário que vai usar, à maneira de se vestir – que deve ser adequada ao evento, à higiene pessoal, aos gestos e à postura em sintonia com sua fala e com o seu biotipo, sem se esquecer do principal: naturalidade e simplicidade durante a fala.

Treine sua apresentação quanto puder, até você falar como se estivesse conversando informalmente com um grupo de amigos.

O que você vai dizer não é o mais importante, e sim como você vai apresentar suas idéias e convencer os ouvintes.

Lembre-se: falar em público não é difícil. Repetimos: Ensaie! Treine! Participe de um Curso de Oratória prático! Troque o “P” de pavor pelo “P” de prazer em se apresentar em público! Sentindo Prazer em Falar em Público, você ficará de bem com a vida, melhorará a sua AUTOESTIMA e as portas se abrirão para o SUCESSO.